Edição 37 – 31/3/2015

Sinal manifesta apoio à paralisação dos técnicos


DSC_0614p

O presidente nacional do Sinal, Daro Piffer, compareceu, na tarde desta segunda-feira, 30 de março, à manifestação dos técnicos do Banco Central, para declarar apoio ao movimento grevista, em nome do Sindicato. O evento, que ocorreu em frente à sede do Bacen, em Brasília, faz parte da agenda de paralisação dos servidores – simultânea às comemorações pelos 50 anos do BC -, que reivindicam a modernização da carreira.

Daro Piffer aproveitou a oportunidade para enfatizar a perseverança dos técnicos e criticar a omissão e falta de compromisso do Executivo, por não honrar acordos já firmados pela modernização da carreira de Especialista na autarquia. Também propôs ações conjuntas do Sinal com os sindicatos que encabeçam o movimento, SintBacen e Sindsep. “Estamos dispostos a traçar uma agenda positiva em parceria com estas entidades para que possamos tirar do papel a modernização dos técnicos”, afirmou.

Mais cedo, ainda nesta segunda-feira, um grupo de técnicos, em protesto contra o descumprimento de acordos por parte do governo, deu as costas ao presidente do Bacen, Alexandre Tombini. O ato ganhou destaque na imprensa. O Correio Braziliense e O Estado de São Paulo repercutiram o ocorrido.

Segundo o Sindicato dos Técnicos do Banco Central (SintBacen), a paralisação conta com adesão superior a 90% em todas as regionais do Banco e os servidores ficarão de braços cruzados até a próxima sexta-feira, 3 de abril.

Edições Anteriores